quarta-feira, 11 de maio de 2011

" Sendo eu como sou ... Enquanto existirem os dias ... "

Eu Bruna S. relato neste blog que...







Acordo todas as manhãs, quentes ou frias, descompassada com o ritmo dos meus despertadores. Isso me faz assim, um tanto ansiosa, um tanto atrasada. Me arrumo, cuidadosa, segundo minha disposição. O que me faz um tanto vaidosa, e até um tanto demodê. E ando pelas ruas, caminhando ou de carro. O que me faz um tanto pedestre, um tanto estressada. E vejo pessoas para as quais digo bom dia, outras para as quais me faço de cega pela mesma não merecer minha atenção, mas mesmo descontente balbucio uma saudação. Isso me torna um tanto simpática, um tanto impaciente, um tanto indesejada. E faço meu trabalho que oscila entre muito e mais um pouco. Almoço a comida que eu mesma preparo, e a refeição me faz um tanto satisfeita, um tanto gulosa, um tanto diet. Tomo café ou um capuccino com chantilly, seguido da minha bolacha predileta "Club Social". O que me faz um tanto sem paladar, um tanto energizada. E, eventualmente, vejo pessoas que amo, as quais ofendo ferozmente, ou acaricio com fervor. Respiro, sorrio, choro e conto. O que me faz um tanto viva, um tanto alegre, um tanto triste, um tanto escritora. Sigo respirando e agindo até o próximo anoitecer, num círculo indeterminável de nascer e pôr do sol. Anseio, busco, peço, rezo. O que me faz um tanto empírica, um tanto comunicativa, um tanto espiritual. Erro, caio, levanto. O que me faz um tanto cretina, um tanto machucada, um tanto corajosa. Bato, apanho, aprendo e desconheço. Isso me torna errada, esperta, e um tanto ignorante. Isso, aquilo, este e o outro me fazem assim ...

Nenhum comentário:

Postar um comentário